quarta-feira, abril 13, 2005

Folk Roots - Maio de 2005

Image hosted by Photobucket.com

A capa da Folk Roots de Maio não é suficiente grande para TOUMANI DIABATE e para o seu monstruoso instrumento, o que é fácil de perceber para quem leu as crónicas sobre a actuação de ALI FARKA TOURÉ no Palais dês Beaux-Arts, em Bruxelas, onde o “Rei da Kora” roubou o estrelato ao bluesman do Mali. O outro destaque cabe à reedição do Portugal - Grécia. De um lado as portuguesas CRISTINA BRANCO e MARIZA que estão em grande com o belíssimo Ulisses a proporcionar uma coluna de texto à primeira enquanto Transparente, o novo álbum da segunda, produzido por Jaques Morelenbaum, é o protagonista entre os novos discos do mês. As gregas estão representadas pela harpa virtuosa de ÉLISA VELLIA (Voleur de Secrets é o título do álbum) e pela inevitável SAVINA YANNATOU que em Sumiglia, acompanhada pelo colectivo PRIMAVERA EN SALONICO, se lança numa quimera musical através dos Balcãs, Ucrânia, Palestina, Espanha e Sicília. Mas não pensem que ficamos por aqui: há ainda uma reportagem sobre a cerimónia dos "Awards For World Music", um artigo sobre o trovador inglês MARTIN SIMPSON e uma reportagem sobre a fabulosa embaixatriz da música etíope no ocidente, EJIGAYEHU "GIGI" SHIBABAW. Conta-se também a história da recusa de autorização do governo cubano para Juan De Marcos Gonzalez e os seus AFRO CUBAN ALL-STARS(recordam o brilhante A Toda Cuba Le Gusta?) sairem do país e, nas novas edições, assinala-se o regresso de ELIZA CARTHY (Rough Music é sucessor do estupendo Anglicana). No Earthly Man, de ALASDAIR ROBERTS, sobe aos píncaros enquanto Hotwalker de TOM RUSSELL (que já elogiei muito por aqui) leva uma sova descomunal. Dentro de alguns dias estará à venda por cá.