quinta-feira, junho 02, 2005

Stax Museum of American Soul Music



Have Rosa dos Sons, will travel! Para compensar os visitantes por um fim de semana prolongado (infelizmente por conta de trabalho…) a Rosa dos Sons oferece a todos os que por aqui passarem uma espreitadela no inesquecível The Stax Museum of American Soul Music. Demorem o tempo que for preciso, explorem os cantos todos e oiçam tudo o que puderem. À saída podem começar por comprar esta caixinha: The Complete Stax-Volt Singles 1959-1968.

quarta-feira, junho 01, 2005

AZTEC CAMERA - Just Like Gold / We Could Send Letters + Mattress Of Wire / Lost Outside The Tunnel

Image hosted by Photobucket.com
Meses atrás, por ocasião de uma reportagem da Uncut sobre pop escocesa, Roddy Frame explicava que não tencionava recuperar em CD os quatro temas dos lendários singles gravados pelos AZTEC CAMERA para a Postcard em 1981. Dizia ele que eram edições imbuídas do espírito do “som da Escócia jovem”, cada exemplar embalado à mão – coisa impensável nos dias do mp3. Podemos concordar mas não deixa de ser criminoso que tanta gente fique privada de ouvir algumas das melhores canções que Frame alguma vez gravou como as belíssimas Mattress of Wire e Just Like Gold, antes da produção sofisticada de High Land, Hard Rain ter subtraído algum do charme adolescente destas primeiras gravações. Fica a recomendação apesar de se tratarem de gravações difíceis de encontrar. Os lados B oferecem versões encantadoras We Could Send Letters e Lost Outside the Tunnel.

know the place that you've had visions of
There are no windows, no sunlight there
Three stories high and there are no stairs
It's anywhere that you're alone
As a child you had a ragged doll
That used to follow you around
We made a mound on some sacred ground
And never was it seen again

And when you speak, I still hear the fire
Of cheated desire for diaries embossed
Of days that you've lost
How can you sleep on a mattress of wire
Oh, how can you tire
Aspiring for sure to all that is pure

So say goodbye to all those ne'er do wells
Smile in religion and then smile farewell
Your magic doesn't need the failing spells
Of those that never understand
And manners, they will find no place
With those that have no saving grace
With you I see the irony
Of anyone who has no faith

Of that I am sure